Dia 1 – Munique

Na viagem que meu marido e eu fizemos para Salzburg, Innsbruck e Munique no começo de Dez/2013, deixamos 03 dias inteiros para Munique e 01 para Fussen. Deu tempo de conhecer a cidade, porém não com tantos detalhes como gostaríamos.

Assim que chegamos bem cedinho de Innsbruck na estação de trem, fomos até o albergue para deixarmos nossas mochilas. Feito isso, tomamos café e pegamos um mapa no centro de informações localizado ao lado da estação de trem da cidade.

Seguindo pela avenida da estação de trem, chegamos ao centro da cidade. Passamos por Karlsplatz (onde fica o Karlstor que era um dos portões principais da muralha da cidade medieval) e andamos na Neuhauser Strasse cheia de lojas, lojas de departamento e shoppings.

DSC_0275 DSC_0281
DSC_0638 DSC_0282Chegamos em Marienplatz, que é o centro e coração da cidade onde fica o Neues Rathaus (hoje prefeitura da cidade). Todo dia às 11h e 12h (e no verão também às 17h) ocorre uma apresentação de carrilhão e com uns bonequinhos se mexendo no prédio da prefeitura. Achei bem sem graça, mas se estiver por lá essa hora, vale a pena conferir por uns minutinhos.

Em Marienplatz também ocorria o Mercado de Natal principal da cidade, com muita barraquinha espalhada vendendo comida e bebida típica e decorações natalinas.

DSC_0285

DSC_0288

Ali pertinho visitamos as igrejas Frauenkirche e Peterkirche, além do Viktualienmakt (famoso market com um beer garden e várias barracas e lojas vendendo comida e bebida). Paramos para almoçar sopa típica num dos locais lá (a minha com salsicha e do meu marido com fígado – eles adoram fígado lá, então vale perguntar qual é a carne antes de comprar – custo de 02 sopas e 02 refrigerantes € 10,90). Depois disso meu marido comeu um sanduíche com carne de porco e torresmo (custo € 4,90) que estava divino!!!

Achamos um barraquinha 100% vegan e adoramos! Compramos chips de maçã e cookies de laranja, mas tinha muita coisa deliciosa lá. Gostamos, pois meu marido é totalmente intolerante a lactose.

DSC_0352 DSC_0362

DSC_0384 DSC_0385

DSC_0390 DSC_0379

Após isso, fomos conhecer o Hofbräuhaus, um beer hall tradicional, bem popular entre os locais e estrangeiros, localizado em Platzl com várias áreas como restaurante, beer garden e salões. Almoçamos lá em nosso segundo dia.

DSC_0401

DSC_0411 DSC_0403

Fomos então em direção à Maximilian Strasse, ao Max-Joseph Platz onde se encontram o Teatro de Munique e o The Munich Residenz, o maior palácio residencial na Alemanha e que foi sede dos governantes da Baviera por mais de 400 anos. Lá compramos entradas não só para entrarmos nele, como também para conhecermos o teatro de lá (custo € 10,50/pessoa).

DSC_0424 DSC_0425

DSC_0443

DSC_0509 DSC_0525

DSC_0506

DSC_0544

Lá também havia outro Mercado de Natal que preferi mais do que o principal da cidade. Isso porque era menor e mais aconchegante, além de ter uma área destinada a crianças que era super bonitinha. Gostamos tanto que voltamos lá à noite para jantarmos e para eu comer sobremesa na minha barraca preferida =)

DSC_0578 DSC_0574

DSC_0621

Logo encostado ao Residenz encontram-se o Hofgarten e o Odeons Platz.

DSC_0601

DSC_0599 DSC_0612

DSC_0633

Ao voltarmos para o albergue andamos pelos diversos calçadões, vendo as ruas todas iluminadas e agitadas, cheias de lojas.

Anúncios

Natal em Londres

Essa época de Natal é muito gostosa aqui em Londres, pois no final de novembro e começo de dezembro acontecem diversos eventos natalinos, como por exemplo o momento de acender as luzes em tal mercado ou tal rua com eventos pequenos e grandes. Além disso, há muitos corais em praças e igrejas.

RegentST_CNT_15nov12_getty_b_646x430

Dos locais que visitei esse ano eu gostei muito do evento de Carnaby Street onde distribuíram brindes, todas as lojas tinham uma atração (de comida a DJ), descontos, etc. Também gostei do evento em Covent Garden onde acenderam as luzes da árvore de Natal e teve coral.

1463516_10152026830136043_1025765559_n

image

Mas vale a pena passar por alguns locais para ver as luzes de Natal e decorações como na Regent Street, Oxford Street, Carnaby Street, Covent Garden, Somerset House, South Molton Street, Tower of London, Southbank, Canary Wharf, Trafalgar Square, Piccadilly Circus, Slingsby Place. 

image (1)

11132011813_475b94f0b5_z

Christmas decorations in London, 2013.

E as vitrines como da Selfridges, John Lewis (esse ano a vitrine está com vários bichinhos feitos com produtos), Harrods, Harvey Nichols, Fortnum and Mason e Choccywoccydoodah (uma loja de chocolate perto de Carnaby Street onde eles fazem chocolates com vários formatos, dependendo da data comemorativa, é lindo!).

20131112_184115 20131112_184120

20131114_182026

Selfridges Christmas window display on Oxford Street Harrods window display in Knightsbridge

John Lewis Christmas window display on Oxford Street Fortnum and Mason Christmas window display in Piccadilly

Fora isso as lojas ficam bombando de gente e em dezembro já começamos a ver algumas coisas em promoção, sim promoção! E são promoções que valem super a pena, mas dia 26 de dezembro (boxing day) é feriado aqui e é o primeiro dia oficial de promoções que chegam até 75%! Masssssss pensa numa loucura com pessoas disputando peças de roupas e acessórios e uma bagunça danada. Tem muita gente que chega super cedo e praticamente madruga nas filas das lojas.

Esse ano fui ao shopping de Canary Wharf e estava tranquilo por não ser muito conhecido e não ser central. Comprei um sobretudo na Banana Republic por 50% do preço original, por exemplo. Obs: Dia 26/12 tem transporte público, mas dia 25/12 é o único dia do ano que TUDO pára, ou seja, não há nenhum transporte público.

O Columbia Market fica mais cheio que o normal aos domingos! Diversas pessoas disputando o mesmo espaço para comprar flores e árvores de Natal, além de aproveitarem (principalmente se tiver um dia sem chuva) os cafés e lojinhas da região.

Features_Colombia-Flower-Ma

Mas o que eu mais gosto nessa época são o Mercados de Natal! Os mais conhecidos e que fui esse ano aqui em Londres são:

– Southbank (estações Westminster ou Waterloo): Mercado de Natal estilo alemão vendendo salsicha, batata, carne de porco, torta de maçã, gingerbread, glühwein, além de acessórios, decorações natalinas e outros presentinhos. É bem fácil de chegar e de sexta a domingo há também outro mercado de comida atrás do Southbank Centre.

View of the traditional Christmas Market along the South Bank Queen's Walk  London at night looking through Xmas lights

20131115_165102_Richtone(HDR) 20131115_170903_Richtone(HDR)

20131115_172108_Richtone(HDR)

– Winter Wonderland (Hyde Park): Um Mercado de Natal enorme, com muitas barraquinhas de comida, acessórios, bebida e também brinquedos como roda gigante, montanha russa, casa mal assombrada, esculturas de gelo e muitas outras atrações. Você consegue passar muitas horas lá e se divertir bastante, porém é muito cheio aos finais de semana.

20131123_121012_Richtone(HDR) 20131123_124311_Richtone(HDR)

20131123_122824_Richtone(HDR)

20131123_134812

– Christmas Village em Kew Gardens: O parque é pago, porém o Mercado de Natal não é, mas achei ele bem pequeno. Há também um caminho para se fazer no parque durante a noite com iluminação no percurso (esse passeio é pago). Como fica muito longe e não tem muita coisa, não é um Mercado que me agradou.

PL07KG20131126T182310 (Main)

Em Leicester Square tem algumas barraquinhas e brinquedos também.

20131129_175616

Além disso é possível ver várias pistas de patinação no gelo espalhadas pela cidade como no Natural History Museum, Canary Wharf, Tower of London, Westfield Shopping, London Eye, Winter Wonderland, Hampton Court Palace (um pouco mais longinho) e Somerset House (meu preferido). Geralmente você agenda seu dia e horário (geralmente é bem cheio) e paga durante aproximadamente 50 minutos de diversão dependendo do lugar.

20131123_130659_Richtone(HDR)

IMG_20131112_164745

20131113_162824_Richtone(HDR)

Dia 5 – Dubai

O nosso passeio de balão finalmente aconteceu! O tempo estava bom e fomos avisados pelo responsável da empresa que o vôo poderia ocorrer. Às 04h30 da manhã esse funcionário passou no hotel para nos buscar e pegamos a estrada! 30 minutos de viagem, 45 minutos de viagem e nada… não tinha nada na estrada. Deserto de um lado e do outro, só nós três no carro. Depois de 01h ele parou num posto para abastecer, comprou algumas coisas para comermos e bebermos e seguimos ainda pela estrada. Como estava demorando muito, começamos a ficar com medo, porque não tinha absolutamente nada na estrada e se acontecesse algo conosco, certamente demorariam a saber! Pode não ter demorado tanto assim, mas quando não se sabe onde está, com quem está e não tem nenhuma referência na estrada… parece uma eternidade!

Mas depois de longa viagem chegamos em um ponto onde encontramos com outro carro e mais duas pessoas que ajudariam com o balão (e que depois dirigiriam o carro que viemos). Entramos no balão e voamos por cerca de 01h sobre o deserto. O balão era pequeno e era apenas o cara que controlava o balão, meu marido e eu.

IMG_2143 IMG_2159

IMG_2165

IMG_2166

O pouso foi super tranquilo e o funcionário era simpático e adorava conversar (essa parte eu deixei com meu marido, já que no carro eu estava quase dormindo e no balão eu estava com medo, pois não sou muito amiga da altura). Paramos no meio do nada (novamente!) e os carros chegaram logo em seguida para ajudar a esvaziar e colocar o balão na caminhonete para partirmos rumo a cidade.

IMG_2266

IMG_2269

Foi uma experiência muito boa e tranquila, já que só tinha a gente. Mas não achei a vista lá muito interessante e não gastaria o que gastei (aproximadamente US$ 650/casal pelo site da City Discovery) para fazer esse vôo em Dubai. Tentarei o próximo na Capadócia, então depois conto!

IMG_2204 IMG_2171

Após isso, voltamos para o hotel, fomos tomar café da manhã e relaxarmos um pouco. Depois fomos ao Dubai Mall para as últimas comprinhas. Saímos de lá com o shopping fechando (meia noite) e uma fila GIGANTE para pegar taxi que até que andou bem rápido, porque a quantidade de taxi lá é absurda. Esse monte de gente no shopping era porque era o primeiro dia de liquidação. Uma vez por ano durante um mês, geralmente entre janeiro e fevereiro, ocorre o Dubai Shopping Festival. Esse evento começou em 1996 como uma das principais atrações de varejo do mundo que foi destinado a revitalizar o comércio varejista em Dubai. Porém, atualmente já é um grande atrativo para os turistas que querem fazer umas comprinhas. Realmente todas as lojas reduzem muito os preços, mas eu não viajaria à Dubai com essa finalidade, pois temos os EUA que têm coisas muito mais em conta. Mas caso você esteja viajando nessa época pelos Emirados, aí sim aconselho a passar pelos shoppings de Dubai.

Dubai-Shopping-Festival

Dia 3 – Dubai

Tínhamos marcado um passeio de balão numa das agências localizadas no hotel, porém como o tempo estava ruim o passeio foi cancelado e ficamos de tentar nos próximos dias.

Sem passeio de manhãzinha fomos então para o Ski Dubai indoor localizado no Mall of the Emirates e pagamos AED 210/pessoa no pacote top de lá. A área é super grande por ser indoor. Tem várias atividades e é bem interessante para passar o tempo. Porém, meu marido foi num brinquedo e demorou muito para voltar. Como estava muito frio e eu estava com pouca roupa queimei meu rosto de frio…. imaginem que fiquei sofrendo muito os outros dias, pois meu rosto inteiro ficou queimado com uma pele grossa que eu tinha que ficar hidratando constantemente e a pele não melhorava, já que Dubai é hiper seca. Só melhorou um dia depois de retornar ao Brasil.

Ski_Dubai

Enfim… a tarde fomos fazer um city tour pela cidade. Geralmente eu não gosto dessas excursões, mas essa achei boa. Foi um passeio de aproxidamente 04h e nos levaram para conhecer diversos lugares na cidade, e como algumas coisas ficam distantes, achei bom. Passamos pelo Dubai Museum, Bastakiya, Sheikh Saeed’s House, Deira Creekside, Gold Souks, entre outros locais.

IMG_1914

IMG_1890 IMG_1892

IMG_1922

A noite fomos fazer o Dhow Cruise, um passeio de barco em Dubai com direito a jantar dentro dele. Confesso que gostei do city tour a tarde, mas não gostei do jantar e passeio de barco a noite. Achei bem sem graça e a comida não era boa. Com certeza investiria esse dinheiro em outra coisa numa próxima vez.

1686514457_13700721482

Dubai

Já havia visitado Dubai, mas durante uma viagem ao sudeste asiático (Dez/2012) aproveitei para dar uma passadinha lá novamente. A cidade é moderna e um prato cheio para quem adora umas comprinhas.

Demos uma passada na praia que fica em frente ao Atlantis The Palm Hotel e Resort, localizado na ilha artificial The Palm. De lá você também avista o famoso hotel Burj Al Arab.

Emirados-314

Emirados-318

Nos hospedamos dessa vez no Ibis World Trade Centre por ficar próximo ao metrô, portanto fácil locomoção ao shopping The Dubai Mall, onde queria passar para comprar umas coisinhas.

Fomos ao The Dubai Mall, maior shopping do mundo, com aproximadamente 1.200 lojas. Lá tem aquário, restaurantes, patinação no gelo, shows diários na The Dubai Fountain, além de ficar localizado o mais alto prédio do mundo (até o momento 2013) Burj Khalifa e a loja de biscoitos francesa que amo (La Cure Gourmande). Enfim, praticamente tudo o que você quiser está em um lugar só.

Emirados-329

Emirados-346

Como já conhecíamos a cidade, foi apenas para uma passadinha rápida mesmo.

Emirados-339