Hospedagens em Reykjavik

Fomos duas vezes para a Islândia (out e dez de 2014) e na primeira delas ficamos em um albergue. Já na segunda alugamos um apartamento, pois viajamos em 5 pessoas. Recomendo muito os dois lugares, pois possuem ótimas localizações e ficamos super satisfeitos com o atendimento e estrutura dos locais.

Continuar lendo

Anúncios

Hospedagem em Tunis – Hotel Tiba

Tinha visto resenhas boas no Booking.com sobre o Hotel Tiba e depois também vi em um blog que consultei que o hotel era bom mesmo. Não é um hotel 5 estrelas, claro, mas realmente achei um ótimo custo x benefício para um hotel 2/3 estrelas.

DSC_0001

 

DSC_0003

 

Preço bom, limpinho, reformado, café da manhã honesto (vi uns comentários negativos, mas tomamos café por volta das 08h e estava ótimo), staffs ok (não falam tão bem inglês, mas sempre tentam ajudar) e localização ótima. Na esquina você já encontrará vários restaurantes e cafés, supermercado perto, e ainda por cima a uns 5 minutos andando da Medina. Fica quase na esquina de uma das principais avenidas na cidade, Av. Habib Bourguiba, que leva a estação do TGM. De um lado da avenida fica a estação do TGM e do outro fica a Medina. Estações de trem, ônibus e tram também ficam muito próximos do hotel, a alguns minutos de caminhada.

20140420_075204

Só achei o wifi do hotel super lento em determinados horários e o quarto não tinha ar condicionado. Essas coisas não nos afetaram, já que não estava um calor insuportável e ficamos apenas algumas noites.

Uma coisa que adorei é que na avenida principal, a pouquíssimos metros do hotel, tinha uma patisserie chamada Le Parnasse que vendia doces maravilhosos e baratos! Todo dia eu passava lá para comprar tortinha de morango 🙂

Hospedagem em Innsbruck – Hilton

Apesar de não me familiarizar muito com a rede nos hospedamos no Hilton em Innsbruck, porque estava com uma super promoção e o valor estava bem baixo!! Li algumas resenhas e não tive dúvida, já reservei!

2abff088-043e-4311-a08a-70f8cc2a5d3f

O hotel é antigo, mas achei o quarto bem amplo, com vista para os Alpes, boa lozalicação, limpo e funcionários simpáticos. Um único problema: não tem wifi gratuito no quarto. Caso queira utilizá-lo sem pagar terá que usar na recepção do hotel.

DSC_0916

Como é um hotel, o café da manhã é super caro. Mas ali próximo tem várias padarias para se tomar um bom café da manhã por um preço camarada! Eu fiquei louca com tanta coisa gostosa e queria passar nesses lugares toda hora.

DSC_0548 DSC_0549

Fica a aproximadamente 400 metros da estação de trem da cidade e 700 metros do Golden Roof. Super fácil de chegar e pertinho do centro.

Como pegamos um trem de Salzburg para lá, chegamos na estação que era ao lado do hotel. Deixamos nossas mochilas na recepção e fomos conhecer a cidade. Super recomendo, pois é um conforto a mais durante a viagem por um preço muito acessível. Vale a pena conferir se há alguma promoção.

Restaurante Ithaa

Quando decidimos passar nossa lua de mel em Maldivas (Jan/2010) eu encasquetei que queria conhecer o restaurante embaixo do mar, o Ithaa. Porém, ele fica no hotel Conrad que é da rede Hilton e eu tinha decidido que preferiria ficar no Anantara. Isso porque além do Conrad ser mais caro, não me familiarizo muito com o estilo “americanizado”. A infra estrutura deles é muito boa e super chique, não tem nem o que discutir.

P1210377

Na época, o funcionário de lá tinha me informado que eles só abriam o restaurante para almoço se tivessem no mínimo 06 pessoas com reserva. Não havia ninguém que tinha reservado para mesma data que nós, porém ligamos e mandamos tantos emails que eles abriram uma exceção e abriram o restaurante exclusivamente para nós.

Pegamos então um speed boat do Anantara até Male (aprox 30 min), onde fica o aeroporto. De lá pegamos um hidro avião para o Conrad (aprox 30 min). Fomos direto para o restaurante que fica 05 metros embaixo da água. Na hora que chegamos, eles tinham jogado comida próximo do vidro para que os peixes ficassem mais próximos de lá. AMAMOS!

P1210366

P1210378

Realmente é lindo e algo muito diferente! Uma experiência e tanto, ainda mais com o restaurante só para nós dois! Foi um momento inesquecível pelo local, pois a comida não tinha nada demais.

IMG_1402

P1210471

P1210457

Após o almoço, fomos andar pelo hotel até a hora de dar o nosso horário do hidro avião. Fomos nas lojinhas, praia e ficamos relaxando em uns lounges. Voltamos para Male e pegamos novamente um speed boat para o Anantara. Esse meu desejo não saiu nada barato e pelo valor não faria novamente. O almoço saiu US$ 506/casal, porém o hidro avião custou mais US$ 840/casal e o speed boat mais US$ 500/casal.

P1210513

P1210374 P1210368

Dia 1 – Cotswolds (Lacock, Castle Combe, Bourton on the Water)

Alugamos um carro na semana passada e fomos para Cotswolds passar 03 dias (02 noites). Cotswolds são uma cadeia de montanhas no sudoeste e centro oeste da Inglaterra e possui uma impressionante beleza natural. É composta por várias cidades pequenas e vilarejos hiper charmosos, que faz você se sentir num conto de fadas.

Cotswold (1337)

Para quem tem dúvida sobre aluguel de carros, brasileiros podem alugar carros aqui com a carteira de motorista brasileira por até 01 ano a contar da entrada no país. Caso esteja em seus planos ficar mais tempo, melhor tirar a carteira inglesa. Alugo carro no site da Budget e procuro pegar e devolver o carro em hotéis mais próximos da estrada onde viajarei, a fim de evitar o trânsito do centro da cidade. Por que em hotéis? Pois geralmente todos os lugares de aluguel de veículos fecham cedo, porém em hotéis mesmo com a locadora fechada, é possível devolver o carro. Você estaciona o carro na garagem e deposita a chave numa caixinha própria da locadora.

A diferença grande de alugar um carro por aqui é que eles dirigem do lado oposto ao nosso. Por isso é um pouco tenso, já que tudo é trocado. Alugar carro aqui não é caro, mas combustível e aluguel de GPS são carinhos. Portanto, caso tenha GPS com mapa daqui, vale a pena utilizar o seu. É só colocar o postcode de algum lugar na cidade e pronto!

3-208-interior

Saímos de Londres na sexta lá pelas 09h e pegamos a estrada rumo a Cotswolds. A seguir (e nos próximos posts) colocarei nome da cidade e postcode. Em algumas cidades o postcode já leva para um estacionamento no local, porém as cidades muito pequenas não possuem estacionamento, mas será fácil você estacionar (só não estacione o carro em locais que possuem duas linhas contínuas amarelas, pois é proibido estacionar). Para consultar estacionamento na Inglaterra uso o site UK Car Park. Ao parar seu carro, fique atento se é um local pago ou não. Caso seja pago, vá até a maquininha, coloque as moedas (lembre-se de levar moedas com você, pois alguns locais só aceitam moedas) referente ao período que ficará estacionado, retire o ticket e coloque no painel do carro.

Uma outra observação: como viajei com meu marido em dezembro, às 16h30 já estava totalmente escuro, então não conseguimos visitar tantas cidades. Caso você visite na primavera ou verão, é possível incluir mais alguns lugares em seu roteiro.

  • Lacock
    • Postcode SN15 2LQ
    • Estacionamos na rua em alguns locais demarcados – gratuito

Cotswold (1051)

Após quase 02h chegamos lá na cidadezinha e visitamos a Lacock Abbey (custo £ 8.10/pessoa), onde foi filmado Harry Potter. Porém, o tempo estava ruim, começou a chover e não conseguimos explorar tanto o jardim de lá. Demos uma volta na cidade e fomos direto para a próxima parada.

20131231_00001_1

Cotswold (1058) Cotswold (1080)

Cotswold (1070)

Cotswold (1027) Cotswold (1021)

Cotswold (1038) Cotswold (1044)

Cotswold (1002)

  • Castle Combe
    • Postcode SN14 7HU
    • Estacionamento a uma distância de 10 minutos de caminhada do centro da cidade – gratuito

Cotswold (1200)

Uma das minhas cidades preferidas. É muito pequena com uma igreja e apenas algumas lojinhas (acho que não tinha nem cinco), mas é extremamente charmosa. Caminhamos até o riozinho que passa por ela e também no Manor House Golf, que é um hotel luxuoso e super lindo! Passamos um tempinho explorando cada cantinho da cidade que parecia a cidade dos Hobbits.

Cotswold (1225) Cotswold (1101)

Cotswold (1182) Cotswold (1176)

Cotswold (1239)

Cotswold (1233) Cotswold (1150)

Cotswold (1167)

Cotswold (1175)

  • Bourton on the Water
    • Postcode do hotel GL54 2BU
    • Estacionamos no hotel

Cotswold (1581)

Escolhemos ficar hospedados nessa cidade, pois ela fica no “meio do caminho” do nosso roteiro. É muito charmosa também e possui praticamente uma avenida. Tem bem mais lojinhas, cafés e restaurantes. Um riozinho que é cheio de patos passa no meio da cidade, o que a deixa mais bonita.

Cotswold (1573)

Cotswold (1610)

Cotswold (1264)

Cotswold (1600)

Cotswold (1588)

O hotel que ficamos foi o Chester House Hotel com 22 quartos, estacionamento, salinha para leitura, café da manhã, dois restaurantes (um dentro do hotel e outro fora). Possui wifi apenas na recepção do hotel.

Cotswold (1625) Cotswold (1243)

Cotswold (1556) Cotswold (1555)

Ficamos no quarto mais básico que é pequeno, mas nos atendeu muito bem. Seus staffs são super simpáticos e a comida é boa. O café da manhã é inglês, mas também servem outras coisas: full English Breakfast (linguiça, feijão, cogumelos, ovos, bacon), torradas, sucos, chás, cereais, croissants, geléias, salada de frutas, iogurtes, etc.

Cotswold (1554) 20131228_083046

Jantamos as duas noites no restaurante deles The Croft, que fica ao lado de fora do hotel, perto do riozinho. Comida muito boa com cardápio de comida típica inglesa e é super charmoso e aconchegante (custo com uma entrada, dois pratos principais, uma sobremesa e bebidas não alcoólicas aproximadamente £ 33/casal).

Cotswold (1624)

Cotswold (1277) Cotswold (1275)

Cotswold (1279) Cotswold (1278)

Cotswold (1283)

Dia 2 – Dubai

Em nosso segundo dia em Dubai (Jan/2010) pegamos um taxi (custo AED 40) do nosso hotel Grand Hyatt até o parque aquático Wild Wadi. Pagamos na época AED 75/casal, mas confesso que fiquei super decepcionada com o parque, pois é muito pequeno. Não recomendo para quem for para Dubai. Mas nos divertimos, principalmente porque estava um calorzinho bom.

P1241107

Como é uma cultura totalmente diferente da nossa, pudemos notar mulheres de burca nas piscinas e placas avisando para tomarem cuidado e não irem em alguns brinquedos, pois o tecido poderia prender em algum lugar.

P1241143

Saímos meio tarde e famintos de lá, por isso fomos direto pro shopping Mall of the Emirates para almoçarmos. Outro shopping famoso da cidade, mas que não é grande como o Dubai Mall.

P1241159

Fomos andar de metrô (que é super moderno) só para vermos como era, mas a linha era bem pequena e não chegava ao nosso hotel.

P1241168 P1241171

Logo voltamos para o Hyatt, pois precisávamos nos arrumar, já que tínhamos uma reserva no restaurante Al Muntaha no 27º andar do Burj Al Arab. Se você for reservar uma mesa num dos restaurantes de lá, lembre-se de consultar no site a roupa adequada (e as vezes exigida) para o local. Um dos restaurantes solicitava terno, gravata etc… então optamos por esse restaurante que era mais flexível.

IMG_1834

IMG_1813

Valeu a pena para conhecer por dentro do famoso Burj Al Arab, mas apenas isso, pois a comida não era lá essas coisas. O taxi do Hyatt até o local do jantar ficou em torno de AED 70 e o jantar propriamente dito ficou AED 1.060/casal.

Abu Dhabi

Na minha primeira visita a Dubai não fui a Abu Dhabi e fiquei me martirizando. Como tinha uma passagem rápida pelos Emirados, resolvi passar um dia por lá (Dez/2012).

Logo que cheguei ao aeroporto de Dubai procurei um balcão de informações da Emirates e peguei um ônibus gratuito para passageiros compania aérea. Eles não são muito frequentes, mas preferi esperar, pois não tinha conseguido alugar carro com GPS. Possuem seis horários de saída para esse trajeto (ida e volta), portanto é só você apresentar sua passagem ao motorista que consegue se locomover facilmente até a outra cidade.

O ônibus chegou no Emirates Down Town office – Khalidiya – Corniche. De lá pegamos um taxi para o hotel que custou AED 30 (custou caro, mas pegamos o taxi que já estava na porta no local) e já saímos para passear. Ficamos hospedados no hotel Grand Millennium Al Wahda que fica ao lado de um shopping center, ponto positivo se você vai ficar uns dias na cidade, pois dá pra sair pra comer e comprar algo bem perto.

Emirados-001

Como não tínhamos muito tempo, pegamos outro taxi e fomos ao Emirates Palace, que é um luxuoso e famoso hotel onde visitamos algumas partes permitidas. Como muitas coisas nos Emirados, o hotel é muito imponente, cheio de tapeçaria, lustres e decorações impactantes.

Emirados-018 Emirados-009

Emirados-044

Com o mesmo taxi (total AED 105.50, pois o taxista ficou nos esperando no Emirates Palace), fomos ao Parque da Ferrari, pois meu marido queria conhecer. Confesso que ficamos super decepcionados, pois achamos o parque desorganizado, cheio de gente, alguns brinquedos apresentaram falhas, demora nas filas, poucos brinquedos e muitas atrações para crianças. Eu não gosto de parques, mas fui na montanha russa mais rápida do mundo, atingindo 240km/h. Ficamos mais de 2h na fila e sai quebrada (como sou leve, me bati inteira dentro do carrinho por causa da velocidade), mas meu marido gostou muito. Achei a entrada muito cara para o que é (AED 240), mas é minha opinião. Obs: caso você visite o parque gaste mais e compre o passe que fura fila.

Emirados-056

Emirados-103

Emirados-075

Emirados-058

Emirados-066

Saindo do parque fomos para o Sheikh Zayed Grand Mosque que é uma das construções mais bonitas que já visitei. Fiquei realmente impressionada e quero voltar lá! É uma das maiores mesquitas do mundo com capacidade para 40 mil fiéis e possui 82 cúpulas, mais de mil colunas, lustres de ouro e o maior tapete feito a mão do mundo. O salão principal tem um lustre de 10 metros de diâmetro, 15 metros de altura e pesa 12 toneladas. É realmente um lugar para se visitar durante o dia e a noite (e principalmente no pôr do sol).

Emirados-132

Emirados-252 Emirados-306

Emirados-282 Emirados-268

Emirados-277

Chegando lá tive que colocar uma burca emprestada e tirar os sapatos. Gostei bastante da experiência! Após isso fomos jantar no shopping ao lado do hotel. Como o taxista fez o percurso Parque da Ferrari, nos esperou na mesquita (quase 1h) e nos levou no hotel, custou AED 103.

Emirados-293

Hospedagem em Cingapura 2 – Marina Bay Sands

Depois de nos hospedarmos por um dia no hostel fomos para o famoso Marina Bay Sands. Fizemos o check-in junto com milhares de pessoas (sem atendimento personalizado, já que não estávamos no quarto top e o hotel é gigante).

CingapuraB-473CingapuraB-534

O quarto era o Premier room, bem amplo, com vista para os Gardens By the Bay, banheira separada do chuveiro, cremes, varanda, chaise, etc. Ficava no 21º andar e o inconveniente era ter que pegar 1 elevador do nosso quarto até o meio do hotel, outro elevador do meio até o 55º andar e o terceiro do 55º até o 57º andar. Chegando no 55º andar você mostra seu cartão do quarto para validação e eles te dão uma pulseira que é diária para acesso a piscina (isso não ocorre com os quartos mais caros que tem acesso direto ao último andar).

CingapuraA-368 CingapuraA-373

CingapuraA-362

A piscina realmente é o que vale a pena no hotel na minha opnião, pois me deixou encantada e a vista é belíssima. Porém, já aviso que a água é BEM gelada!!!! E no dia que cheguei lá (Natal) estava a maior “farofa”. Mas os outros dias foram melhores, pois o hotel esvaziou e também porque fiquei na parte da piscina que crianças não eram permitidas (parte da direita, perto do Ku Dé Ta).

CingapuraB-091

CingapuraB-181

CingapuraB-062 - Copy

CingapuraB-552

Muitas pessoas me perguntaram como é a borda da piscina lá no alto, então aqui vai uma foto mostrando que tem um muro grande e não tem perigo de ninguém cair lá de cima. Também tem vários salva-vidas que chamam a atenção das pessoas que ficam de pé perto da borda.

CingapuraA-465

Lá de cima você tem uma visão muito boa do terraço ou da piscina. Fiquei impressionada com a quantidade de barcos que avistei. Também encontrará algumas jacuzzis para relaxar com água quentinha, pois além da água da piscina ser gelada, dependendo da época é difícil ter a visita do sol. Além disso, também encontra toalha, banheiro, piscina para criança, água com limão, serviço na piscina (para pedir drinks e comida), restaurantes, balada e deck.

CingapuraB-564 CingapuraA-398

CingapuraA-385

O hotel tem traslado gratuito com saídas frequentes para o aeroporto e fica localizado ao lado do Gardens By the Bay e do ArtScience Museum e possui acesso ao shopping.

Seu café da manhã é gigante (parecido com o café da manhã espetacular do Hyatt em Dubai que depois conto em outro post), com muita variedade de frios, pães, iogurtes, frutas, comidas quentes e frias, e uma infinidade de outras coisas. Possui um restaurante com café da manhã asiático e outro continental (mas que também tem opções de comida asiática).

Caso você vá para Cingapura, na minha opinião, vale a pena ficar pelo menos um dia no hotel para curtir a piscina que é o diferencial, pois o restante você encontra em outros hotéis bons em outras cidades. Porém, se programe já que o check-in é tarde (em dez/2013 era 3pm) e o chek-out é 11am.

CingapuraB-560

CingapuraB-555