Bonfire Night 2013

Remember, remember the fifth of November…..

Todo dia 05/11 é celebrado o Bonfire Night com fogos de artifício e fogueiras (e também em dias próximos quando dia cinco cai durante a semana). Essa tradição britânica é por causa da Conspiração da Pólvora em 1605, quando o católico Guy Fawkes tentou explodir o Parlamento e matar o Rei James I. Seu plano falhou, já que ele foi capturado e por esse motivo, esse dia é tão comemorado até hoje.

Existem diversos lugares pela cidade para assistir aos fogos de artifício. Em lugares mais tradicionais também pode-se ver bonecos queimados nas fogueiras, simbolizando Guy Fawkes.

DSC_0571

 

 

20131102_145547_Richtone(HDR) 20131102_145252_Richtone(HDR)

 

 

 

 

 

 

 

DSC_0569

Escolhi o Alexandra Palace para ir esse ano. Eles pararam com a comemoração por quatro anos e voltaram com um evento grande com German Bier Festival, barraquinhas de comida, pista de patinação, além do esperado espetáculo da queima de fogos que se pode assistir do parque ou de um terraço no palace. Como comprei o ingresso com antecedência paguei £ 6.00 para entrar no parque, mas o preço subiu próximo a data do evento (£ 10.00).

DSC_0619 DSC_0614

DSC_0801 DSC_0805

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confesso que esperava mais do evento e achei um pouco desorganizado. Acredito que ano que vem esteja melhor, pois como comentei, esse foi o “retorno” do evento.

De qualquer forma, Alexandra Palace é um local que merece ser visitado, pois tem uma vista panorâmica de Londres e também ocorrem vários eventos por lá. É um pouco distante do centro, mas você pode pegar um trem de King’s Cross St Pancras até a estação Alexandra Palace (zona 3).

DSC_0568

Esse evento ocorreu no sábado (dia 02) e lá de cima pude ver outros lugares na cidade (a maioria gratuitos) com fogos de artifício. No próprio dia 05 também ocorreram várias comemorações pela cidade. Próximo a data você pode conferir a lista de locais em sites como o Time Out, por exemplo.

Anúncios

Open House 2013

Em um final de semana de Setembro, anualmente acontece o evento Open House em Londres. É um evento super interessante onde diversos prédios/casas/construções são abertos ao público para visitação. Sabe aquele edifício comercial que você passa todo dia pela rua ou vê sempre na tv e tem curiosidade de conhecer por dentro? Essa é a chance!

Foi o primeiro ano no evento para meu marido e para mim e as duas experiências não podiam ter sido melhores. Infelizmente não deu tempo de visitar mais lugares, mas conseguimos conhecer o The Gherkin e o City Hall no mesmo dia.

Como já sabia que o The Gherkin (pepino) é super disputado, me planejei para chegarmos cedo, mas com o dia meio nublado e friozinho dormimos mais do que deveríamos. Esse prédio abria às 08h no sábado e cheguei lá às 07h40 da manhã. A fila estava GIGANTE, virando quarteirão e foi então que me desesperei, era muita gente! Meu marido fez uns cálculos e falou que entraríamos lá pelas 10h e tanto, então resolvemos ficar e enfrentar a tal fila. Por volta das 08h30/09h, os seguranças já tinham “fechado” a fila, pois não daria tempo de todos que estavam lá entrarem para visitar até o horário final que era às 16h!!!!

DSC_0020 DSC_0024

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de esperar horas na fila com frio, uma pessoa ter derrubado café em mim e eu ter discutido com o pessoal da frente, finalmente às 10h30 entramos super empolgados!

DSC_0009

Pegamos um elevador até o 34º andar, depois pegamos outro até o 39º. Lá já pudemos ter a vista belíssima de Londres do alto. Pena que estava nublado.

DSC_0028

Subimos uma escada para o 40º andar onde tínhamos uma visão 360º. Lá no topo fica um restaurante e um bar para membros apenas. A arquitetura é algo que chama muito a atenção, pois lá em cima tem o pé direito alto, com o topo pontudo e uma vista muito bonita da cidade.

DSC_0084

DSC_0031

 

DSC_0053

Depois que saímos de lá, fomos para o City Hall perto de Tower Bridge. Estava super receosa que teria que pegar mais uma fila imensa e não daria tempo (visitas ao City Hall eram apenas no sábado), mas chegamos lá e pasmem, não tinha fila!

DSC_0265

Foi uma surpresa MUITO agradável, pois a arquitetura desse prédio é MARAVILHOSA! Tem uma vista bonita do topo, mesmo não sendo muito alto, pois você consegue ver Tower Bridge, Tower of London, The Shard, The City, entre outros ícones da cidade.

DSC_0139

 

DSC_0171 DSC_0146

 

 

 

 

 

DSC_0176

Mas o que mais me chamou a atenção foi a arquitetura do prédio. As escadas são em forma de espiral e fiquei encantadíssima tirando mil e uma fotos.

DSC_0201

 

DSC_0255 DSC_0242

 

 

 

 

 

DSC_0184

Realmente fiquei super satisfeita com o evento e espero ansiosa a chegada do próximo. Enquanto isso já vou pensando em quais lugares visitar.

Science Museum

Final de semana fui ao Science Museum que é ótimo para passar horas, independente da idade. Possui diversas áreas sobre ciência médica, veterinária, aviões, energia, telecomunicações, etc.

DSC_0140

Existem diversas áreas com exibições interativas, onde o visitante consegue aprender com o contato e experiência, o que é muito bacana para crianças e até adultos.

DSC_0121 DSC_0118

Science Museum é gratuito, mas existem atrações pagas como cinema, simulador e algumas exibições especiais que variam de tempos em tempos.

DSC_0128 DSC_0127

Para chegar lá é fácil. Basta ir até a estação de metrô South Kensington pelas linhas District, Circle ou Piccadilly. Fica próximo ao Natural History e V&A.

V&A Museum

Ao lado do Natural History e Science Museum está o Victoria and Albert Museum. Um museu também gratuito que possui apenas as exibições especiais pagas. Possui algumas caixinhas para doações, como os demais museus gratuitos na cidade.

v_a_museum_nw120709_2

20130804_154219

Há exibições permanentes de arquitetura, cerâmica, jóias, esculturas, tapeçaria, roupas, além de coleções separadas por regiões como europeia e asiática, por exemplo.

20130804_155542

O museu não é grande, mas é muito bonito! Além disso, possui cafés e um restaurante aconchegante perto do jardim, que também é belíssimo e você pode passar horas por lá relaxando.

IMG_20130804_161722

A estação mais próxima é a de South Kensington nas linhas Circle, District ou Piccadilly.

Nitro Ice-cream

Passeando por Camden Town, finalmente fui experimentar o sorvete feito com nitrogênio no Chin Chin Labs. Estava super curiosa para saber o sabor e o preparo do sorvete famoso de lá.

20130804_140913

O valor é £ 3,95 e já inclui uma opção de cobertura. São três opções de sorvete como creme, chocolate e o sabor da semana, além de três opções de calda também. Você pode pagar a parte por toppings caso queira.

20130804_142539

Pedi sorvete de creme com calda de chocolate Valrhona e realmente me surpreendi. O sorvete é super cremoso e muito saboroso!

IMG_20130804_141651

Olhando a railway bridge escrito Camden Lock, vire a esquerda. 49-50 Camden Lock Place, NW1 8AF.

Mayfield Lavender

No sábado aproveitei para conhecer o Mayfield Lavender, já que as lavandas só aparecem da última semana de junho a última semana de agosto. A visita é gratuita, mas demora um pouquinho para chegar até esse campo.

DSC_0091

Pegamos um trem em London Bridge (mas também há trens saindo de Victoria) até Purley, o que demora de 20 a 40 minutos dependendo de qual trem você pega por causa das paradas. Com o Oyster paguei £ 2,20/trecho.

Chegando em Purley Station, você pega o ônibus 166 no ponto G ou U (em frente ao Tesco). O percurso demora 15/20 minutos até chegar ao ponto de Oaks Park, que é a entrada do campo de lavanda.

DSC_0016

O campo é muito bonito e bem cuidado e tem uma lojinha que vende os produtos deles como shampoo, sabonete, biscoito, etc.

DSC_0021

É um passeio diferente e barato para fazer durante o verão!

DSC_0065

Hampton Court Palace

Como vi na previsão que faria sol no domingo (e não sabia quanto tempo mais duraria o verão daqui), decidi aproveitar e conhecer o Hampton Court Palace localizado a sudoeste de Londres.

DSC_0903

Consultei novamente o thetrainline.com para comprar passagens e retirar na estação. Paguei £ 8.90 ida e volta (super off-peak, conforme já comentado no outro post de Brighton), saindo da estação de Waterloo.

Hampton

Chegando a estação Hampton Court é só atravessar a ponte que você já consegue avistar o palácio. Paguei £ 16.00 (entrada para palácio, jardim e labirinto) e como estava com meu marido e utilizamos trem, imprimi um voucher de desconto da Promoção 2for1, apresentamos o bilhete do trem e pagamos apenas uma entrada para os dois.

DSC_0738

O palácio é famoso pelo rei Henrique VIII ter morado lá e também por seus jardins. No preço já está incluso o áudio que você retira e escuta as histórias durante sua visita. É bem interessante, pois eles explicam como funcionavam as coisas, como por exemplo, na cozinha onde se faziam mais de 600 pratos por refeição, além da história interessante de todas as mulheres do rei.

DSC_0770

O seu jardim lembra o de Versailles numa versão reduzida e não tão impactante, mas é bem bonito. Lá também você encontra um labirinto natural, nunca tinha visto e entrado em um.

DSC_0870 DSC_0828

DSC_0843

Tem um restaurante que você pode almoçar lá dentro ou então fazer picnic em algum lugar do jardim.

DSC_0802

Brighton

Final de semana passado fez calor, então pensei em ir finalmente conhecer a tão famosa praia perto de Londres… Brighton! Fica localizada no sul da Inglaterra e demora aproximadamente 01h para chegar a partir de Londres.

DSC_0721

Decidi entrar no site do thetrainline.com e comprar minha passagem, lá você consegue consultar horários e tarifas de várias empresas. Comprei o super off-peak que durante dias de semana você só pode usar em alguns horários, mas finais de semana e feriados pode ser usado a qualquer hora. Paguei £ 10.00 ida e volta para lá. Se você for viajar com mais de 4 pessoas também poderá comprar passagens para grupos e ter desconto, vale a pena!

Caso compre pelo site é só você se dirigir a um terminal na estação de trem com o cartão que efetuou a transação e a referência que você receberá por email para retirar os tickets.

Saí da estação de London Bridge rumo a Brighton (mas também tem trens saindo de Blackfriars ou Victoria, por exemplo). Chegando lá é só descer a rua em frente a estação, Queens Road. Nessa rua você verá o Clock Tower, então siga em frente que dará na praia.

DSC_0703

A praia não é como os brasileiros estão acostumados, pois ela tem pedras ao invés de areia e além disso o mar é muito gelado. Mas como os ingleses estão acostumados eles adoram e se aventuram a entrar na água, já eu não consegui colocar nem os dois pés. E como a praia é de pedra, aluguei uma cadeira que custou £ 2.00 pelo dia todo. Você guarda o recibo e pode usar qualquer cadeira da praia durante aquele dia (tem guarda sol e espreguiçadeira para alugar também caso queira). Também tem banheiro público e vários restaurantes e bares na praia.

DSC_0699

A praia é cheia de gaivotas, por isso fique atento com sua comida. Vi ao meu lado um homem comendo um sanduíche e quando bobeou a gaivota pegou o sanduíche todo da mão dele. Além disso, mesmo no pier presenciei várias tentativas de “furto” de comida por elas.

Lá na praia existem dois piers, um que está desativado e você consegue ver o resto da estrutura no mar, e outro que é o cartão postal da cidade e possui lojinhas, cafés, restaurante e um parque de diversões. O pier famoso é bem grande, você consegue ver a praia toda e ainda consegue ficar sentado nas cadeirinhas gratuitas de lá, porém ele é bem lotado. Em frente ao pier você encontrará o Sea Life.

DSC_0696DSC_0706

DSC_0704

Caminhando pela East Street você chega ao The Lanes, onde se encontram várias vielas e ruas com diversas lojinhas, sorveterias, cafés, restaurantes, bares, etc. É bem charmosinho e gostoso ficar por ali.

DSC_0727

DSC_0692

Mais a frente você encontra o Royal Pavilion (possui entrada paga), antiga residência real com estilo indiano. Ali ao lado você poderá ver o Brighton Dome (espaço para show e teatro) e o Museum & Art Gallery.

DSC_0688

Em seu retorno, chegue cedo a estação para pegar o trem, pois nos final de semana de sol muita gente vai para praia, então cuidado para não ter que ficar a viagem de 01h de trem em pé.

Mobiliando a Casa

Após muitas visitas para achar um apartamento para alugar em Londres, percebi que a maioria tem poucos armários. No apartamento que aluguei por exemplo, tem apenas um armário e um gaveteiro pequeno no quarto para duas pessoas e não há armário no banheiro, ou seja, não tem lugar para guardar as coisas. Então fui à procura de lojas para comprar poucos móveis, eletrônicos e eletrodomésticos e aqui estão algumas delas.

B&Q: Loja parecida com o C&C em São Paulo. Uma loja mais focada em construção (vende ferramentas, lâmpadas, alguns móveis, eletrodomésticos, etc).

Ikea: Loja grande de móveis e utensílios domésticos que tem preço baixo. A loja tem um percurso que faz você passar por todos os departamentos, você vai marcando as referências dos móveis que deseja, depois busca no galpão e coloca em seu carrinho para ir até o caixa. Fica um pouco afastado do centro de Londres, mas fui a Tottenham e foi super fácil (peguei a Victoria Line até a estação Tottenham Hale e depois peguei o ônibus 192 que pára na porta do Ikea). Eles possuem um serviço de entrega a domicílio e o custo varia de acordo com sua compra total, mas começa em 15 libras e a entrega é feita no dia seguinte.

475927237_e1b1791e6a

Currys: Loja de eletrônicos e eletrodomésticos. Também é possível comprar pela internet com frete grátis.

Argos: Loja de catálogo que vende eletro eletrônicos, móveis, utensílios para casa.

Next Home: Loja de utensílios para casa, cama, mesa e banho. Possui vários itens muito fofos e de bom gosto. Além disso, a Next também é loja de roupa.

John Lewis: Loja de utensílios para casa, cama, mesa e banho, eletro eletrônicos, além de roupas.

John Lewis store in Liverpool

Waitrose: Supermercado que vende muitos itens para casa.

Lakeland: Loja de utensílios de cozinha.

Zara Home: Cama, mesa e banho e alguns itens de decoração para casa.

Marks & Spencer: Supermercado que vende também roupas e itens para casa.

Evento ao Ar Livre

Esse feriado foi marcado pela visita do sol em Londres e também por um evento especial em Trafalgar Square onde a Orquestra Sinfônica de Londres fez um concerto gratuito ao ar livre em plena praça.

20130527_183813

Foi o segundo ano do evento e o concerto teve duração de 90 minutos no final da tarde. Um palco foi montado na praça e todas as pessoas puderam ficar sentadas em frente à ele para apreciar o belíssimo concerto.

No local era possível encontrar locais especiais para cadeirantes, um café, toaletes e até locação de almofadas para que todos pudessem assistir confortavelmente.

Um evento estruturado, gratuito e ótima opção para quem estava na região no feriado. Agora é só aguardarmos o evento do próximo ano!