Dia 8 – Dubrovnik e Montenegro

Fechamos o passeio na Amico Tours no dia anterior por 350 kunas por pessoa e esperamos no ponto de ônibus do Cable Car. Eles nos ligaram às 21h30 no dia anterior dizendo que o passeio não ia rolar mais. Reclamei muito, pois seria nosso último dia na cidade e todas as outras agências já estavam para fechar. Portanto, eles nos colocaram numa outra empresa para fazermos o tour. Eles atrasaram para nos pegar, mas no final deu tudo certo.

Fomos para Montenegro e a nossa primeira parada foi um lugar onde pudemos avistar a Baía de Kotor e a Ilha Our Lady of the Rocks.

DSC_(2953)

Continuar lendo

Dia 6 – Split e Dubrovnik

Saímos cedo do apartamento em Hvar, pegamos o ferry e fomos para Split. Como já tínhamos comprado os bilhetes com antecedência, só tivemos que ir no guichê da Jadrolinija para retirarmos os vouchers para embarcar. Chegue cedo para pegar lugar no ferry!

Em Split, deixamos nossas mochilas no mesmo locker que já comentei e ainda deu tempo de visitarmos o que faltava. Tomamos um lanche e fomos para o terminal de ônibus aguardar até 15h30 a saída para Dubrovnik.

DSC_(2541)

 

Continuar lendo

Dia 5 – Hvar

Queríamos ir para Bol, porém como não era alta temporada, os barcos que faziam esse passeios eram limitados para apenas alguns dias da semana. Decidimos então alugarmos um carro e passearmos pelas praias em Hvar mesmo.

Alugamos o carro mais simples na Pelegrino novamente (mesmo lugar que alugamos o barquinho no dia anterior), pagamos 300 kunas pelo dia e no final do dia abastacemos em torno de 55 kunas de combustível. O aluguel foi feito pela Pelegrino, pois eles colocam carros de outras agências para alugar. Retiramos o carro na agência Sun City que fica perto do terminal de ônibus – era o lugar mais em conta que achamos.

DSC_(2492)

DSC_(2489)

 

Continuar lendo

Dia 4 – Hvar

No dia seguinte decidimos alugar um barquinho bem simples para irmos até Pakleni Islands. São diversas ilhas e praias próximas uma das outras. Como nosso barquinho não era nada potente, decidimos ir em apenas algumas praias mais próximas. Não é necessária nenhuma autorização ou licença para alugar esses barquinhos. Claro que se você quiser um mais potente, precisará apresentar sua carteira de habilitação.

Pagamos 350 kunas para ficarmos com ele praticamente o dia todo – já incluía combustível. Alugamos o barco na agência Pelegrini que fica na Riva. O dono do barco nos deu as instruções básicas e um mapa das ilhas.

DSC_(2077)

 

Continuar lendo

Dia 3 – Split e Hvar

No terceiro dia saímos bem cedo do albergue, pois a partir das 08h começariam a cobrar o estacionamento. Como teríamos que ir de qualquer jeito para lá para pagar e colocar o ticket no carro, decidimos já ir embora da cidade mesmo. Para nossa surpresa, na porta do nosso quarto tinham dois saquinhos com café da manhã para levarmos durante a viagem 🙂

Demoramos cerca de 2h de Zadar para Split. Passamos por um pedágio no caminho que custou 41 kunas e devolvemos o carro no aeroporto de Split (alugamos em Zagreb). Seguimos as placas de “Rent a Car” no estacionamento de lá e paramos nas vagas da Avis/Budget (há plaquinhas sinalizando as vagas de cada empresa). Estacionamos e levamos a chave do carro até o balcão deles dentro do aeroporto. O funcionário deles verificou o carro e fomos embora.

Logo na saída do aeroporto, a direita, você encontrará um guichê de shuttle bus – Direct Bus Line. Pegamos esse ônibus que nos levou direto ao centro de Split e custou 30 kunas/pessoa.

DSC_(1590)

Chegando em Split tivemos umas 3h para andar pelo centro até pegarmos o ferry que saía às 14h para Hvar. Compramos os bilhetes antecipados pelo site Jadrolinija. Foi super fácil: só colocar o lugar de partida, destino e data que já aparecerão todos os horários que eles possuem. Alguns demoram um pouco mais de tempo e levam carros também. O que pegamos demorou 1h para chegar a Hvar. Após a compra você recebe por email sua confirmação que você deverá imprimir. Porém, chegando à cidade não esqueça de passar antes num guichê da Jadrolinija para pegar seu bilhete. O email é apenas uma confirmação, não é válido para embarcar.

DSC_(2543)

 

Continuar lendo

Dia 2 – Plitvice Lakes e Zadar

Em nosso segundo dia na Croácia acordamos cedo e fomos direto para Plitvice Lakes National Park que fica a aproximadamente 2h20 de distância de onde estávamos em Zagreb. Há diversas placas com sinalizações nas estradas indicando Plitvice Jezera e além disso estávamos com GPS, então não teve erro. Demoramos bastante, pois a velocidade permitida é super baixa, 50 a 60km/h em alguns trechos. Estávamos bem atentos, pois li em alguns blogs de pessoas que foram paradas e multadas por causa da velocidade.

DSC_(240)

 

Continuar lendo

Dia 1 – Zagreb

Chegamos ao aeroporto de Zagreb por volta das 12pm e logo fomos pegar o carro que alugamos através do site da Budget. Sempre faço as comparações e a Budget (Avis) acabou saindo mais em conta. Depois do desembarque logo procuramos o balcão deles e retiramos o carro (um i30 com ar e direção).

DSC_(1373)

Levamos nosso GPS com os mapas da Croácia e com os endereços de todos os locais que iríamos passar salvos nele. Sendo assim, foi muito fácil e rápido acharmos o estacionamento do albergue Shappy que ficamos. Ao chegarmos no portão da garagem, coloquei o código que eles tinham me enviado por email e guardamos o carro.

O albergue fica a poucos metros de distância do estacionamento, na mesma rua. Tivemos uma feliz surpresa ao chegarmos lá: ganhamos um upgrade para um quarto duplo com banheiro dentro do quarto e ainda conseguimos fazer o check-in 40 minutos antes do horário. Comentei sobre o albergue que ficamos nesse post aqui. Saímos então para conhecer a cidade, que é muito charmosa e cheio de vida com seus diversos restaurantes e bares com mesas para fora.

Andamos pela Upper e Lower Town, o que demorou entre 03h a 04h. Saindo do albergue passamos pela praça Trg Petra Preradovica ou conhecida como Flower Square. Há várias lojinhas de flores, além de restaurantes, bares, lojas, padarias, etc. Encontrei uma barraquinha vendendo caixas de morangos lindos por 10 kunas cada (ou 25 kunas por 03 caixas no final da tarde).

DSC_(17)

DSC_(194)

 

 

 

 

DSC_(19)

 

Continuar lendo

Hospedagens na Croácia

Nossas hospedagens na Croácia não poderiam ter sido melhores. Simplesmente adoramos todos os lugares que ficamos! Colocarei os detalhes de cada um nesse post 🙂

  • Zagreb

Nome: Hostel Shappy
Tipo de hospedagem:
 Albergue
Tipo de quarto que ficamos:
quarto duplo com banheiro privativo
Localização:
Perto da popular praça Trg Petra Preradovica, também conhecida como Flower Square. Há diversos restaurantes e bares com suas mesas do lado de fora e também diversas lojas na região.
Pontos fortes:
Localização excelente, atendimento muito bom, albergue bem cuidado e limpo, garagem com portão de segurança com senha sem custo adicional, e ainda ganhamos um upgrade, já que o albergue não estava cheio (fechamos um quarto twin com banheiro privativo do lado de fora do quarto e acabamos pernoitando em um quarto com cama de casal com banheiro dentro do quarto). Além disso, eles ofereceram toalhas.
Itens a serem melhorados:
Só achei um pouco difícil encontrar por causa da sinalização, mas não chega a ser um ponto negativo.

DSC_(13)

DSC_(14) DSC_(9) DSC_(5)

  DSC_(7)

DSC_(15)

Em frente do albergue

  • Zadar

Nome: Boutique Hostel Forum
Tipo de hospedagem:
 Albergue
Tipo de quarto que ficamos:
 quarto misto com 04 camas (banheiro e chuveiro dentro do quarto)
Localização:
 Em frente a igreja Sv Donat. Possui vários restaurantes e bares na praça em frente e estacionamento público (pago, exceto aos domingos) a poucos metros de distância na Liburnska obala. As camas ficam em pods  com janelas e os pertences podem ser guardados em gavetões trancados em baixo da cama.
Pontos fortes:
 Localização excelente num calçadão, atendimento muito bom, albergue bem cuidado e limpo, restaurantes próximos, e deixaram na porta do quarto um café da manhã take-away para nós como cortesia. Também ofereceram toalhas sem custo.
Itens a serem melhorados:
 Se você tem sono leve e ficar num quarto de frente para a praça, o barulho dos sinos poderão incomodar. Além disso, também se escuta um pouco do barulho de quem passa no corredor.

 

DSC_(1377) DSC_(1376)

DSC_(1383)

Em frente do albergue

 

 

  • Hvar

Nome: Dorina Hvar
Tipo de hospedagem:
 Apartamento
Localização:
 Perto do terminal de ônibus e há 05 minutos andando da Riva. Restaurantes, supermercado e locadoras de veículos próximos do apartamento.
Pontos fortes:
 Localização boa, Dalia é muito atenciosa e sempre procurando ajudar, lugar calmo e silencioso. Além disso, foram nos buscar no porto e nos levaram para o apartamento.
Itens a serem melhorados:
 O apartamento fica um pouco abafado depois do banho, pois tem pouca janela, mas nada que tenha atrapalhado. Deixávamos a porta um tempo aberta a noite. DSC_(1708) DSC_(1717) DSC_(1711)               DSC_(1719)

  • Dubrovnik

Nome: Galileo
Tipo de hospedagem:
 Apartamento
Localização:
 Na praça Gundulićeva poljana, com restaurantes na porta e feira de manhã. Apartamento bem central na cidade. Excelente!
Pontos fortes:
 A localizaçao não poderia ser melhor! E a Blanka é uma fofa que nos recebeu muito bem com licor e apfelstrudel que ela mesma tinha feito para nós. Além disso, ela já deixa mapas e guias separados para os hóspedes e explica e dá dicas sobre a cidade. O apartamento tem até máquina de lavar roupa.
Itens a serem melhorados:
 Não há elevador no prédio, mas são poucas escadas. O aquecedor de água é pequeno, portanto não é possível que duas pessoas tomem banho uma seguida da outra. É preciso esperar um tempo entre os banhos.

 

DSC_(2563) DSC_(2561)

DSC_(2565) DSC_(2566)

DSC_(2653)

Em frente ao apartamento

 

 

 

 

 

 

 

Como eu já comentei, adoramos TODAS as nossas hospedagens e não mudaríamos nada. Com certeza se voltarmos à essas cidades, repetiremos os locais!

Croácia

Tínhamos planejado de viajar para Turquia e Croácia, porém por causa do trabalho tivemos que cancelar uma das viagens e decidimos ir para Croácia, pois a viagem estava mais redonda e seria mais trabalhoso cancelarmos tudo. Saímos dia 24 de maio desse ano e passamos 09 dias no país. Acertamos muito na época de viajar para lá, pois não estava muito quente nem muito cheio, estava com sol e a alta temporada começou bem no dia que fomos embora. Vimos alguns grupos escolares de adolescentes por lá, mas nada que tenha atrapalhado nossa viagem. DSC_(2727) Depois de pesquisar muito, nosso roteiro foi o seguinte:

Roteiro

Se tivesse a possibilidade de ter ficado mais, eu teria aumentado em 02 dias essa viagem, o que seria o roteiro ideal para mim. Na minha opinião ficou de fora o tour para Mostar, na Bósnia, e a visita a ilha de Bol. A única desvantagem que achei de ir ao país nessa época é que não há tours ou barcos para Bol com grande frequência. Como eu não tinha planejado muito bem isso, pois ainda estava na dúvida se ia ou não fazer esse passeio, perdi o dia que o barco saía. Esses passeios ficarão para uma próxima viagem, assim teremos mais uma “desculpa” para voltarmos ao país. A viagem foi realmente perfeita!!! Conto tudo nos próximos posts.