Innsbruck – Roteiro de Esqui e Hospedagem

Fizemos uma viagem de 5 dias em fevereiro para Innsbruck com uns amigos para esquiarmos pela primeira vez, como já contei sobre os preparativos da viagem nesse post aqui. Já tínhamos visitado a cidade em dezembro de 2013 como já contei aqui no blog. Depois de escolhida a cidade, fui pesquisar sobre os locais que poderíamos nos hospedar.

Innsbruck

Continuar lendo

Anúncios

Innsbruck

Depois de ficarmos duas noites em Salzburg, pegamos o trem (aproximadamente 2h de viagem) e fomos para Innsbruck. Não achei a cidade tão charmosa quanto a anterior, porém o acesso fácil e a beleza dos Alpes me encantaram demais!!!

Chegamos cedo, deixamos as mochilas no hotel e fomos andar pela cidade com um mapa nas mãos. Passamos no Triumphal Arch, pertinho do hotel e seguimos pela Leopoldstrasse rumo ao Bergisel Ski Jump Stadium, criado em 1925 e renovado em 1964 e 1976 para os Jogos Olímpicos. Lá há rampa de ski e também uma vista da cidade do alto. Caminhamos até lá, mas não pagamos para entrar, pois não achamos que seria uma vista muito mais bonita do que dos alpes. Custava € 9,00/pessoa, mas sem pagar, só de subir até lá a vista já era bem bonita.

DSC_0545

DSC_0565 DSC_0587

DSC_0604 DSC_0613

Descemos e pegamos o tram nº 06 (perto da Basilika Wilten e Stiftskirche Wilten) até seu ponto final em Igls (custo € 2,00/pessoa).

DSC_0563

DSC_0736

De lá andamos pela vizinhança admirando as casas belíssimas e grandes no meio do gelo. Após uns 10 minutos de caminhada, descobrimos que o Patscherkofel estava fechado (só abria no final de dezembro e fomos bem no começo do mês) e não conseguiríamos subir no Alpe de 2.246m. Ficamos decepcionados, pois teríamos a vista para os Alpes em Nordkette (principal Alpe da cidade que fica do lado oposto, então teríamos uma vista de frente dele), mas valeu a caminhada por lá, pois era muito charmoso.

DSC_0636 DSC_0643

DSC_0654

DSC_0694 DSC_0704

Decidimos ir então para a cidade. Pegamos o mesmo tram nº 06 para descer e fomos a pé até o centro. Seguimos pela Leopoldstrasse que depois virou Maria-Therseien Strasse. Passamos pelo Taxispalais Gallery, Altes Landhaus (Parlamento), St Anne’s Column, algumas galerias, shoppings (como o famoso Kaufhaus Tyrol) e lojas, Stadtturm (city tower que teve sua construção em 1440 com cúpula verde de onde é possível avistar a cidade), Helblinghaus e o famoso Goldenes Dachl (Golden Roof construído em 1420 e concluído em 1500 como residência dos soberanos tiroleses, onde o Imperador Maximilian I solicitou colocar um telhado sobre uma janela e cobriu-o com 2.657 telhas de cobre douradas finas).

DSC_0751

DSC_0753 DSC_0867

DSC_0822

Fomos em direção ao Ottoburg e Goldener Adler. O primeiro é uma torre residencial gótica construída ao lado do muro da cidade em 1494, mas agora é um restaurante. Já o segundo foi fundado em 1390 e era uma pousada onde muitas pessoas famosas se hospedaram, porém atualmente é o hotel Best Western e tem um restaurante muito bom onde almoçamos. O custo do almoço para duas pessoas com dois pratos principais, uma sobremesa e bebidas não alcoólicas foi de € 45,00/casal.

DSC_0755 DSC_0787

DSC_0765 DSC_0764

Andamos pelas ruazinhas do centro e pelos Mercados de Natal de lá. Tinha um Mercado de Natal grande que era da Herzog-Friedrich Strasse até em frente ao Goldener Adler. Também havia outro perto do Markthalle, mercado na cidade que vende frutas, legumes, verduras, etc. Vale a pena se “perder” pelas ruazinhas vendo as construções, lojinhas e cafés.

DSC_0813

DSC_0944

Caminhamos pela beira do rio, passamos pelo Congress Innsbruck, Dom Zu St Jakob (St James Cathedral), Kaiserliche Hofburg (Imperial Palace), Hofkirche (Court Church), Leopoldsbrunnen (Fonte de Leopoldo V), Landestheater (Teatro). Não tínhamos muito tempo e estava muito frio, então não conseguimos visitar o Hofgarten.

DSC_0837 DSC_0841

DSC_0853

No dia seguinte, acordamos cedo e fomos direto para o Nordkette. Pegamos o funicular perto do Congresso até Hungerburg (860m).

DSC_0958 DSC_0205

Depois pegamos um bondinho até Seegrube (1.905m) onde tem uma vista belíssima, pista de ski, restaurante, iglu bar. Após isso tem mais um bondinho que subimos até Hafelekar (2.256m). Lá também tem um restaurante menor, pista de ski avançado e uma vista incrível. Ou seja, um funicular e dois bondinhos até quase o topo. Depois dá para subir mais um pouquinho a pé até o topo para admirar melhor. O dia estava lindo e a paisagem era de tirar o fôlego. O custo foi de € 29,50/pessoa o percurso total.

DSC_0109 DSC_0107

DSC_1004

DSC_1027 DSC_0021

DSC_0010

DSC_0032

Após um tempo lá decidimos descer até Seegrube para almoçarmos meio no estilo bandejão e a comida estava excelente. Pedimos goulash com batatas e refrigerante e o custo foi de € 28,60/casal.

DSC_0116 DSC_0117

sun-deck DSC_0129

DSC_0127

DSC_0994

Passamos o dia lá e antes de escurecer descemos para a cidade para aproveitarmos mais os Mercados de Natal.

DSC_0881

No dia seguinte partimos cedinho de trem para Munique. As passagens dessa viagem (Salzburg -> Innsbruck e Innsbruck -> Munique) comprei pelo próprio site da OBB. É muito fácil e não tem erro. Só colocar a cidade de partida e chegada, dia e horário que você deseja viajar e ticar se quer apenas trens diretos. Feito isso o site te mostra as opções com horários, você clica e compra. No meu caso, como não sabia se os trens estariam cheios, decidi pagar um pouquinho a mais e reservar os assentos. Assim nã precisei ficar procurando dois lugares juntos no vagão. O trem de Innsbruck para Munique custou £ 55/casal.

Hospedagem em Innsbruck – Hilton

Apesar de não me familiarizar muito com a rede nos hospedamos no Hilton em Innsbruck, porque estava com uma super promoção e o valor estava bem baixo!! Li algumas resenhas e não tive dúvida, já reservei!

2abff088-043e-4311-a08a-70f8cc2a5d3f

O hotel é antigo, mas achei o quarto bem amplo, com vista para os Alpes, boa lozalicação, limpo e funcionários simpáticos. Um único problema: não tem wifi gratuito no quarto. Caso queira utilizá-lo sem pagar terá que usar na recepção do hotel.

DSC_0916

Como é um hotel, o café da manhã é super caro. Mas ali próximo tem várias padarias para se tomar um bom café da manhã por um preço camarada! Eu fiquei louca com tanta coisa gostosa e queria passar nesses lugares toda hora.

DSC_0548 DSC_0549

Fica a aproximadamente 400 metros da estação de trem da cidade e 700 metros do Golden Roof. Super fácil de chegar e pertinho do centro.

Como pegamos um trem de Salzburg para lá, chegamos na estação que era ao lado do hotel. Deixamos nossas mochilas na recepção e fomos conhecer a cidade. Super recomendo, pois é um conforto a mais durante a viagem por um preço muito acessível. Vale a pena conferir se há alguma promoção.