24h em Kuala Lumpur

Meu marido e eu ficamos duas noites na cidade, mas como chegamos à noite de um dia e fomos embora de manhazinha, tivemos apenas 24h para passearmos pela cidade.

É uma cidade moderna, mas achei um pouco caótica no trânsito como São Paulo. É claro que gostaríamos de ter ficado mais tempo lá, mas como tínhamos pouco tempo procuramos aproveitar o máximo da cidade.

Malasia (KL)-132

Acordamos cedo e fomos direto para a bilheteria das Petronas Towers que abria 08h30, chegamos uns 20 minutos antes da sua abertura e ficamos na fila cerca de 45 minutos no total. Na fila mesmo você consegue acompanhar por um painel quais são os horários disponíveis para o dia, pois pelo menos na época em que fomos (dez/2012) eles vendiam ingressos apenas para a mesma data, não podendo comprar online antecipadamente, portanto não tinha como escapar da fila. O ingresso custou MYR 80,00 por pessoa e optamos por agendar para a parte da tarde, assim conseguíamos passear e depois retornar para a visita (mas tinha a partir da hora do almoço disponível).

Pegamos um trem para KL Central que custou MYR 1,60 por pessoa. Achei engraçado que o ticket do trem era uma ficha de plástico, parecia ficha de jogo. De KL Central saía um trem direto para Batu Caves por apenas MYR 1,00 por pessoa. Alguns vagões eram reservados apenas para mulheres, então homens, atenção na hora de entrar.

Malasia (KL)-013 Malasia (KL)-021

Em aproximadamente 30 minutos você chega diretamente lá, super fácil! Lá você pode visitar alguns templos ao redor da caverna, mas o templo principal é dentro da caverna. Realmente fiquei de queixo caído com a estátua dourada enorme que tem em frente a esse templo, muito bonito e impressionante. Para visitar esse templo, que é o mais famoso, é necessário subir 272 degraus e ter acompanhantes como macacos ao longo dessa subida. Todo cuidado é pouco, pois eles são animais bem espertos e esperam os turistas bobearem para “furtarem” algo.

Malasia (KL)-023 Malasia (KL)-111

Malasia (KL)-097

O templo é enorme, impressionante e meio misterioso, mas confesso que fiquei um tanto quanto tensa com macacos, morcegos e pombas ao meu redor durante a visita. Além disso, em alguns pontos o cheiro pode não ser agradável por causa do calor, do odor das pessoas, dos animais e também por causa das “oferendas” serem muitas vezes leite.

Depois disso nos dirigimos ao Central Market para almoçarmos, já que lá tinha uma praça de alimentação e muitas lojinhas com coisas asiáticas. Adorei!

Malasia (KL)-117

Em seguida fomos à Merdeka Square, praça mais famosa da cidade e também conhecida como Praça da Independência.

Malasia (KL)-133_Mederka square

Fomos então para a nossa visita às famosas Petronas Towers. Primeiro você faz uma parada para fotos na ponte de 51 metros de comprimento a 170 metros de altura que liga as duas torres e depois sobe para o topo de uma das torres (altura total de 451,9 metros de altura). Achei bonito, mas como já tinha ido ao Burj Khalifa não achei uma visita imprescindível. Passeamos pelo parque que fica atrás das torres logo depois da visita.

Malasia (KL)-146

Malasia (KL)-171

Malasia (KL)-250

Visitamos também o bairro dos shoppings, Bukit Bintang. Andamos pelas ruas movimentadas, lotadas de carros e pessoas cheias de sacolas. Passeamos pelo famoso shopping Pavilion que realmente é bem grande e possui uma parte “Tokyo Street” que adorei com lojinhas e comida japonesa.

Malasia (KL)-261

Malasia (KL)-269

No final do dia decidimos voltar para o hotel, mas passando antes por Petronas e digo que realmente a iluminação delas a noite é algo lindo e impactante! Vale a pena!

Malasia (KL)-324 Malasia (KL)-294

Hospedagem em Kuala Lumpur

Quando procurei hotel apenas por duas noites em Kuala Lumpur estava a procura de um hotel próximo a algum metrô ou de fácil localização. Encontrei o Pacific Regency Hotel ao lado do Menara KL, próximo a duas estações de trem (Dang Wangi e Bukit Nanas) e também conseguíamos ir a pé para Petronas. Como chegamos tarde, optamos por pegar um táxi que nos custou MYR 75,00.

Malasia (KL)-006

Possuía um quarto bem amplo e também uma mini cozinha com fogão, geladeira e pia, coisas que adoro, pois nos dá muita flexibilidade durante a viagem. O café da manhã era continental e bem farto, mas também tinham algumas comidas asiáticas. Tudo nos agradou, além dos funcionários do hotel serem super atenciosos.

Malasia (KL)-002

pacific-regency-hotel

Gostei bastante do hotel, mas ele não está no centro da cidade nem do agito. Portanto, se você procura alguma dessas coisas, não aconselho fortemente esse hotel.

Chegando a Ásia

Em 2012 decidi que era o ano da Ásia e resolvi fazer um roteiro de 23 dias em dezembro por lá. Optei por “sofrer” para chegar no início (porque sempre estou ansiosa e com gás) e ser mais light na volta. Aqui vai meu roteiro:

Vôo SP-Dubai (aprox 13h de Emirates) + Dubai-Bangcoc (02h de conexão + aprox 06h de Emirates) + Bangcoc-Siem Reap (03h30 de conexão + 01h de Bangkok Airways).
03 noites em Siem Reap
04 noites em Bangcoc
03 noites em Krabi (vôo Air Asia)
03 noites em Phi Phi (barco)
02 noites Kuala Lumpur (vôo Qatar)
04 noites em Cingapura (vôo Air Asia)
01 noite em Abu Dhabi (vôo Emirates + ônibus Emirates até Abu Dhabi)
01 noite em Dubai (encurtei Dubai, pois já conheço a cidade)

Sem título

As escolhas dos hotéis e do roteiro foram acertadas no meu ponto de vista, adorei tudo! Só ficaria alguns dias a mais em Cingapura e também incluiria Vietnã, mas isso vai ficar para próxima viagem =)