Roteiro em Sardenha

Voltei APAIXONADA por Sardenha e já planejando em voltar para lá. Sou MEIO enjoada para praia, pois não curto muito praia cheia, praia com estrutura, praia com onda e com mar mais escuro. Eu já tinha amado as praias do Algarve com água clara, falésias lindíssimas e praias praticamente desertas e sem estrutura, mas me surpreendi positivamente e A-M-E-I Sardenha. Há tempos já vinha planejando essa viagem e na terceira semana de Junho de 2017 ela saiu do papel \o/

Como estava querendo uma viagem para aproveitar e descansar, resolvi focar apenas nas ilhas próximas a La Maddalena e na Costa Esmeralda e foi uma ótima decisão para mim. Pude curtir muito cada lugar com calma, descansar e admirar as paisagens sem correria.

Aqui vai meu roteiro:

Dia 1) Chegada a tarde a Olbia, compra de guarda-sol, bolsa térmica, ida ao supermercado e ida para La Maddalena.

Dia 2) Ilha Caprera: Cala Coticcio e Cala Garibaldi.

Dia 3) Passeio de barco privativo as Ilhas Santa Maria, Budelli e Spargi.

Dia 4) Ilha Caprera: Spiaggia del Relitto, Andreani e Due Mari.

Dia 5) De volta a ilha principal e ida para Santa Teresa di Gallura (Rena Bianca e Rena di Ponente).

Dia 6) Cala Brandinchi e Ira.

Dia 7) Volta a Londres.

O que teria feito diferente:

  • Teria ficado mais 2 ou 3 dias, pois senti que precisava de um tempinho a mais para descansar e aproveitar mais aquela região.
  • Se tivesse menos tempo, ficaria apenas em La Maddalena, pois as ilhas ao redor dela têm praias com menos gente, mais bonitas, porém às vezes sem estrutura nenhuma (do jeito que eu gosto).
  • Não iria para Spiaggia del Relitto e Due Mari, mas teria ficado um dia todo na Andreani.
  • Apesar da Cala Brandinchi ser cheia e com muita estrutura, teria ficado o dia todo nela, pois ela é linda e o mar mais parecia uma piscina. Não teria ido para Ira.

Hospedagens:

Em La Maddalena fiquei em um apartamento no topo da montanha pelo Airbnb. Apartamento amplo, com uma varanda com vista de tirar o fôlego (foto abaixo) e ótimo para passar as férias. Porém, não tinha wifi, o que por um lado foi maravilhoso, já que deu para desligarmos quase que completamente. Mas eu tinha internet no meu celular para emergências ou pesquisas de praias de vez em quando. Alugamos e achei um excelente custo benefício (possuía 2 quartos e 2 banheiros e comportava até 6 pessoas).

Na Ilha principal optei em ficar no vilarejo de San Pantaleo por indicação do blog 13 Anos Depois e AMEI!!! Lugar bonito, mais em conta, centro SUPER charmoso e com restaurantes ótimos próximos ao hotel. Fiquei hospedada no Hotel Arathena e adorei!

20170621_19492720170621_194814

O que levar:

Como várias praias não têm estrutura é necessário comprar guarda-sol, levar canga, chinelo, tênis ou aqueles sapatos de barco que uso em praias com pedrinhas (para caminhadas até algumas praias mais difíceis) e bolsa térmica. Há lojas próximas ao aeroporto de Olbia onde você pode comprar tudo isso: Hong Da ou Auchan – Strada Statale 125. Hong Da fica do lado do aeroporto e tem supermercado e farmácia ao lado também. Já o Auchan é um shopping que fica do outro lado da avenida e foi onde comprei a bolsa térmica (também tem supermercado lá).

Logo que cheguei para pegar o carro no aeroporto, um casal que estava indo embora de Sardenha nos ofereceu o guarda-sol deles. Fiquei TÃO feliz com o gesto!!!! Porque é algo que você compra e não vai levar embora, então porque não repassar para outro viajante?

Fui as lojas para comprar outro guarda-sol que precisávamos e quando retornamos o carro na hora de irmos embora, doamos os nossos dois guarda-sóis para dois casais de amigos que estavam chegando em Olbia.

Locomoção:

Alugamos carro e retiramos no aeroporto do Olbia mesmo. Ganhamos um upgrade para um carro GIGANTE, porém não foi muito bom, pois muitas ruas são estreitas, então da próxima vez escolheremos um carro menor.

De Olbia para La Maddalena pegamos um ferry onde pagamos ticket baseado na quantidade de pessoas dentro do carro + veículo (pelo tamanho). 4 pessoas + um carro S-Max (grande) deu €72 ida e volta. Não achei nada barato, por isso planeje sua viagem para não ficar toda hora pegando o ferry.

Fomos pela empresa Delcomar onde o ferry sai de Palau e vai para La Maddalena em um trajeto de aprox. 15 minutos. Há ferries com intervalos de 30 minutos, porém a partir das 20h (no caso de Junho, para confirmar horários consultar no site deles) os ferries saem com intervalos maiores, de 1h.

Leve sempre moedas no carro, pois em algumas praias os estacionamentos são pagos e você precisa comprar o ticket nas máquinas.

Resumo:

Sardenha é encantadora, tem praias paradisíacas com água clara e calma (e que não é gelada), comida boa, gente simpática e não é cara! Para mim foi aquela viagem que poderia voltar várias vezes para as mesmas praias sem enjoar. Dá para descansar, admirar a beleza natural e desconectar do mundo (tente ficar o mais off possível nessa viagem). Vale cada centavo, seja com parceiro, amigos, família ou sozinho!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s