Viena

Como muito comércio não abre aos domingos em Viena, decidimos visitar Schönbrunn Palace e Belvedere no domingo e deixarmos para conhecer o centro de Viena na segunda. Começamos pelo Naschmarkt que é o maior mercado da cidade. Há barraquinhas de frutas, verduras, legumes, carnes, peixes, pães, roupas etc, mas também há cafés, bares e restaurantes. É um lugar cheio de coisas bonitas e gostosas e você pode passar horas por lá, seja de manhã, a tarde ou a noite. Porém, ele funciona de segunda a sexta das 6h às 19h30, aos sábados das 6h às 17h e é fechado aos domingos. Os restaurantes e cafés ficam abertos até tarde nesses dias, mas o restante do mercado fecha. Então caso queira vê-lo completo, vá nesses horários citados anteriormente.

Ali ao lado fica o Secession Building, um prédio branco desenvolvido pelo arquiteto Joseph Maria Olbrich em 1897 como um manifesto da Secessão de Viena, que foi um movimento de um grupo de artistas liderado por Gustav Klimt que protestava contra as normas tradicionais artísticas da época.

Onde eu olhava tinha uma construção mais linda que a outra. Fiquei realmente apaixonada pela cidade!

Depois disso, seguimos pelo MuseumsQuartier. Esse museu com estilo barroco foi um estábulo no passado e atualmente é um dos maiores complexos de museus do mundo.

Atravessamos a rua e fomos para a belíssima praça onde se encontra a estátua de Maria Theresa e que fica entre Naturhistorisches Museum (Museu de História Natural) e Kunsthistorisches Museum (Museu de Artes).

Infelizmente não entramos em nenhum desses museus. O dia estava lindo e procuramos aproveitar o máximo possível ao ar livre.

Atravessamos outra rua e chegamos ao Burggarten. Ali ao lado fica o Heldenplatz, atrás do Hofburg Palace, onde estava acontecendo um evento e tinha várias barraquinhas com comidas típicas. Paramos então para comermos por lá mesmo.

Depois nos dirigimos para o Volksgarten, jardim lindíssimo e super tranquilo no meio da cidade. E do outro lado da rua passamos pelo Parlamento de Viena.

 

Um pouquinho mais para frente fica o Neues Rathaus (prefeitura) da cidade e na praça em frente dele acontecia um outro evento e também tinham barraquinhas de comidas de diversos países. Como era um evento de cinema, colocaram um telão no Rathaus, cadeiras e arquibancada para exibição de filmes.

A alguns metros dali se encontra o Burgtheatre, a Universidade de Viena e a Votivkirche.

Nos dirigimos para Wallnerstrasse, Kohlmarkt, Graben e Kärntnerstrasse, ruas com várias lojas com marcas famosas. Uma região muito gostosa para caminhar e parar num dos cafés ou restaurantes por ali. Algumas delas são ruas apenas para pedestres.

Andamos pelo centro passando pelo Hofburg Palace e voltamos para a famosa praça onde fica a Stephansdom, catedral de construção gótica. A entrada é gratuita, porém te dá acesso apenas a algumas partes laterais dela. Para poder subir em sua torre e ter acesso a parte central da catedral é necessário comprar ingresso que é vendido ali mesmo.

Próximo dali fica a Peterskirche, igreja linda e que me impressionou muito em seu interior.

Conseguimos fazer uma reserva para jantarmos no restaurante Gasthaus Pöschl, tão recomendado pelos donos do flat. O local é pequeno, então é necessário reservar com alguns dias de antecedência (no nosso caso um dia de antecedência e jantando super cedo, já que era o horário que tinha). A comida realmente é MUITO boa! Pedi um Goulash (pra variar…. hehehe meu prato preferido!) e meu marido pediu um Natural Schnitzel que também estava delicioso. Super recomendo a visita!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s