Angkor – Circuito Menor

Com certeza uma das experiências mais incríveis para mim foi ter visitado Siem Reap e consequentemente Angkor. Foram três dias maravilhosos que passei na cidade, adorando cada momento do passeio, cultura, pessoas, paisagens, templos. Fazia MUITO calor e eu quase derreti, mas valeu cada segundo.

Camboja-831

Como comentei no outro post, no primeiro dia fiquei na cidade para conhecer o centro e os markets por lá, até porque meu voo chegou a tarde e depois de tantas horas voando eu estava exausta. Mas no segundo e terceiro dias fui visitar templos. E para visitá-los você pode alugar bicicleta, ir de carro, com o famoso tuk tuk e/ou em alguns pontos de elefante.

Camboja-512

Camboja-124

Escolhi o tuk tuk por alguns motivos: não tenho preparo (além de ter problema no cóccix) para andar tanto de bicicleta, queria sentir como realmente era conhecer a cidade e os templos de uma maneira mais rústica e típica, é mais barato do que o táxi. Um dia de tuk tuk pelo circuito menor do complexo foi menos de $ 20.00 (incluso uma caixinha que demos para o nosso motorista, já que ele ficou conosco das 08h/09h até final da tarde). Você pode contratar um guia no complexo também para te explicar tudo caso queira. Eu não tinha muito tempo na cidade para observar cada detalhe. O motorista que nos acompanhou disse que muitos europeus vão para lá e ficam semanas, se aprofundando bastante na cultura e história.

Estava muito calor, mas para visitar os templos tive que colocar calça e camiseta (para ter joelhos, pernas e ombros cobertos). Não esqueça de levar protetor solar, boné, tênis confortável (pois além de andar muito, você vai subir muita escada e são bem íngremes), água mineral (geralmente já incluso no valor do tuk tuk) e repelente!

Camboja-087

Chegando a entrada de Angkor paguei $ 40.00 para três dias de acesso (para três dias eles tiram uma foto sua na bilheteria que sai impresso no ingresso). O complexo possui cerca de 400 km² e lá encontram-se MUITAS ruínas do Império Khmer. Realmente é muito templo, mas como eles mesmos dizem lá “same same but different”, os templos parecem iguais, mas são diferentes.

Angkor-map-main

Nesse dia fizemos o circuito menor que é esse em vermelho no mapa com cerca de 17km. Não preciso nem dizer que meus olhos brilharam com cada um deles.

Comecei por Angkor Wat, o mais famoso e conservado templo do complexo. Foi construído na primeira metade do século XII pelo rei Suryavarman II.

Camboja-838

Segui o passeio para Angkor Thom, a última capital do Império Khmer. Lá encontram-se monumentos de pedras e alguns estão com a cabeça cortada. Nosso motorista nos explicou que muita gente antigamente cortava e vendia as cabeças. Além disso, algumas delas foram refeitas depois de alguns anos.

Camboja-130

Mais para frente chega-se ao templo Bayon localizado no centro da cidade e que foi construído no final do século XII e início do século XIII. Lá encontram-se várias faces esculpidas nas torres.

Camboja-175

Camboja-150

Lá dentro de Angkor Thom encontram-se vários outros templos como BayonPhimeanakasBaphuonTerrace of the ElephantsTerrace of the Leper KingPrah PalilayTep Pranam e Prasat Suor Prat.

Camboja-240 Camboja-214

Camboja-200

Parei para almoçar num lugar bem rústico lá perto dos templos e o almoço para duas pessoas com refrigerante custou $ 12.00. Nesse local que o motorista me mostrou um ovo que eles comem por lá. É um embrião dentro do ovo desenvolvido por alguns dias e depois cozido, portanto você consegue ver tudo dentro =p. Eles comem de colherzinha.

5260241523_0d3640613f_z

Continuando o passeio, segui para Tah Prohm que foi construído também em meados do século XII pelo rei Jayavarman VII. Quando a restauração iniciou entre os séculos XIX e XX, os arqueólogos decidiram deixar o templo praticamente da forma que encontraram, por isso as árvores. Para finalizar passamos por Banteay Kdei, um dos cenários de filmagem de Tomb Raider.

Camboja-260

Camboja-250

Camboja-267

Terminado o tour pelo complexo, fui dar uma volta com o tuk tuk pela cidade nas áreas próximas ao Museu Nacional de Angkor, depois resolvi jantar no centrinho e voltar para o hotel para descansar, afinal ainda teria um outro dia inteirinho pela frente.

Observações:

  • Use um bom repelente. Eu levei o Exposis que é bom, mas não é 100%.
  • O sol é muito intenso, por isso não esqueça seu protetor solar com fator alto.
  • Tome muita água, mas tem que ser mineral de garrafa fechada. Muito cuidado com isso!
  • Você sua demais por causa do calor, das andanças e do sobe e desce de escada. Além disso tem muita poeira nos templos e ainda por cima avermelhada, portanto escolha bem sua roupa e não leve aquela camiseta novinha. As minhas roupas ficaram por lá mesmo, mas há lavanderia na cidade que custa $ 1.00/kg. Não esqueça de usar um tênis bem confortável também.
  • Em todo lugar é aceito dólar, portanto não se preocupe.
  • Você faz muita coisa com $ 1.00, desde massagem até comprar cartões postais ou pulseiras das crianças que vendem lá. Há muitas crianças no complexo vendendo milhares de coisas e para te atrair elas falam até o país e sua capital (teve uma menina que me falou mais de 10) ou então falam algumas palavras em diversas línguas.
  • É educado chamar o motorista do tuk tuk para almoçar. Geralmente são pessoas bem simples e ficam muito felizes de comer comida de restaurante. Além disso, durante o almoço você pode conversar mais sobre a cultura deles.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s